Arquivo para categoria Ciência

Extropians – A busca pela imortalidade

Não, isso não é o título de alguma história em quadrinhos, o Extropians é um grupo que busca o ‘segredo da vida eterna’, seja ela em forma de consciência, mecanizada ou até mesmo dentro de um robô, uma espécie de Androide que seria comandado pela nossa mente. O grupo busca usar a tecnologia ao máximo para isso, ao invés de tentar buscar a ‘fonte da juventude’ ou algo do tipo. Acho isso simplesmente brilhante pois algo que, para mim, deveria ser prioridade mundial em pesquisas e investimento é a busca pela imortalidade.

O grupo acredita numa espécie de “Download da Mente” que passaria a mente do indivíduo para uma espécie de disco rigído que seria transferido a um novo corpo. Impossível? Talvez. Porém devemos lembrar que há alguns anos atrás falar na possibilidade de transplante de coração te faria virar motivo de piada. A maioria dos adeptos não acredita que a ciência atual será capaz de realizar tal feito, então optam em congelar seus corpos através de criogenia, visando um dia poder ‘ressucitar‘ quando a ciência evoluir o suficiente.

Acredito que na velocidade em que estamos evoluindo, a raça humana ou acabará destruindo-se totalmente, ou encontrará um jeito de viver para sempre, ou pelo menos prolongar muito a  nossa expectativa de vida. Por um lado, armas cada vez mais potentes sendo desenvolvidas, pelo outro, novos metódos, mais eficientes, para salvar vidas. Mesmo tendo esperança que um dia não precisemos levantar armas contra semelhante, é um “pouco” incomôdo saber que se uma guerra mundial estourar há grande possibilidade do uso de armas biológicas e o máximo que poderemos fazer é sentar e assistir.

Perderiamos nossa ‘humanidade’ se coseguissemos avançar de tal modo, ou apenas estaríamos seguindo um curso natural visando nossa salvação?

Matheus Carvalho

, ,

3 Comentários

Criado o primeiro organismo Sintético.

Parece que estamos entrando numa era que poderemos decidir sobre as características e o futuro dos nosso filhos antes mesmo de nascerem. Foi criado o primeiro organismo com Genoma sintético, ou seja, criado em laboratório.

“A descoberta de Venter parece estinguir o argumento de que a vida requer uma força ou poder especial para existir. Na minha visão, isso faz do experimento uma das mais importantes conquistas da ciência da história da humanidade”, disse o especialista em bioética Arthur Caplan, da Universidade da Pensilvânia, em um comentário publicado na revista ‘Nature‘.

Fonte

De acordo com os pesquisadores, esse avanço ajudará na criação de organismos capazes de “sugar” o Dióxido de Carbono, um dos agentes causadores do Efeito Estufa, presente na atmosfera. Poderá também auxiliar na produção de combustíveis e na criação de vacinas mais eficientes. Porém, infelizmente, se usada de maneira errada, poderá ser usado para criação de Bombas Biológicas, o que não seria nada legal.

Vamos torcer para que essas novas tecnologias sejam usadas de maneira a ajudar no bem estar humano, e não para sua total destruição. Temos ‘sorte’ de viver numa época em que Mini Big Bangs podem ser recriados através do LHC – Colisor de Hádrons e que a Vida Artificial, criada em laboratório, está muito próxima de se tornar realidade.

Matheus Carvalho

, , , ,

1 comentário

O Mundo adverte: Fumar emburrece.

Não é de hoje que você ouve as pessoas dizendo quanto o tabaco faz mal à saude. Várias pesquisas já foram feitas e mostraram que o cigarro é o maior causador de Câncer de pulmão, Câncer de boca, de Faringe, Esôfago, etc… Além de causar mau hálito, apodrecimento dos dentes, problemas respiratórios, e várias outras consequências ruins para o corpo. Há pouco tempo, foi realizada uma pesquisa na Grã-Bretanha ligando o ato de fumar à capacidade intelectual (QI).

Esse tipo de pesquisa já vem sendo realizada há um bom tempo, e já está comprovado que a média de QI dos não-fumantes é maior que a dos fumantes. Mas, nessa pesquisa, houve um diferencial. Estavam presentes 140 gêmeos, irmãos com características genéticas semelhantes, que cresceram no mesmo ambiente, tiveram a mesma educação, mas fizeram escolhas diferentes em relação ao cigarro. Também entre os gêmeos quem fumava tinha o QI menor.

Fonte

A pesquisa gerou uma certa polêmica, pessoas que se consideram inteligentes, e mesmo assim fumam, disseram levar uma vida acadêmica/profissional normal, sem largar o tabaco. O estudo mostra que o cigarro diminui sim o QI do usuário, tornando o raciocínio mais lento, mas também mostra que pessoas com menor QI tem uma maior tendência para começar fumar. E não afirma que todos que fumam são burros, há também os casos onde ter um familiar fumante pode influenciar na sua escolha pelo cigarro. Mas, independente de pesquisas, alguém aqui considera fumar uma atitude ‘inteligente’ ?

Mas, se mesmo sabendo de todos os problemas que podem acontecer, você continuar querendo fumar, é um direito seu, mas por favor, envenene-se sozinho. De preferência, em um lugar bem fechado, aproveite ao máximo cada tragada.

Matheus Carvalho

, , , ,

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: