PNDH 3 – Comentando os comentários.

Há muito tempo escrevi um post falando sobre o PNDH 3 – 3° Plano Nacional dos Direitos Humanos, que pode ser encontrado aqui, que é de onde os comentários, postados a seguir, sairam. Na época os tópicos principais do plano eram:

  • Profissionalização da prostituição
  • Descriminalizaçãodo aborto
  • Reconhecimento do casamento Homossexual

Sou a favor dos três tópicos. Sobre o aborto já fiz uma postagem, veja aqui. Sobre os outros dois, creio que as pessoas devam ser livres para tocar suas vidas da maneira que as façam felizes. Pretendo abordar futuramente os outros tópicos, mas vamos aos comentários que mais me chamaram a atenção.

“Me espanta, e muito, saber que o governo brasileiro quer transformar o nosso país em um estado LAICO. Se o querido presidente pensa que dessa forma o país vai melhorar de algum jeito, acredito que ele esteja redondamente enganado! Não é profissionalizando a prostituição ou proibindo exposição pública de símbolos religiosos que a situação social vai se abrandar, pelo contrário, só tende a piorar. A depravação sexual vai crescer de tal maneira que ninguém terá consiência de que isso é falta de vergonha na cara e que pode aumentar o número de portadores de doenças sexualmente transmissíveis, será que o governo vai pagar plano de saúde pra cada prostituta que se profissionalizar?!”

-Gabriela Prado

Primeiramente, a laicidade do Estado está prevista em lei e impõe uma separação do Estado de qualquer Religiosidade. Não deve ser confundido com Estado Ateu.Ser laico significa que deve-se tomar uma postura neutra se tratando de leis e decisões tomadas. Um exemplo de ato que fere a Laicidade do Estado pode ser encontrado aqui.

O segundo ponto é sobre a prostituição. “A depravação sexual vai crescer de tal maneira que ninguém terá consiência de que isso é falta de vergonha na cara”, alguém ainda acha que o sexo não é algo natural do ser humano? Não entendo a ideia que algumas pessoas têm sobre o sexo ser algo ‘puro e santo’,  mas por ser uma opinião, deve ser respeitada. Mas o que me intriga é o pensamento de que o risco de adquirir doenças sexuais teria de implicar na proibição da prostituição. É um assunto complicado de se falar sem que pareça estar levando para o lado da piada, ou sem parecer vulgar demais.Tentarei abordar isso em uma próxima postagem. Então,  vamos ao próximo comentário.

“Lei para ter casamento gay enquanto nada sustem a instituição família (é aquela dita célula da sociedade!!)?.É… que alguém irá se beneficiar com esta lei isso é certo.Tão certo quanto que a maioria vai se lascar,vai!!!E depois?…não teremos depois,teremos o fim.”

-O Pensador

O famoso argumento do “antinatural”, que trata o relacionamento homossexual como algo que não irá contribuir para a sobrevivência da espécie e irá nos levar à extinção. Agora eu pergunto, o Celibato é algo natural? Se permitissem o casamento homo, isso resultaria em um aumento dos casais pelo simples fato de tornar-se permitido? Você deixaria sua vida de hetero pelo simples fato de terem aprovado uma lei que permite este tipo de união? Certamente as respostas serão não. Uma última pergunta, você, leitor, somente faz sexo para se reproduzir? Então creio que o argumento “antinatural” seja apenas mais uma desculpa que as pessoas mais conservadoras usam para tentar interferir na vida alheia. Como dizem alguns, “God Hates Fags”, quanto amor ao próximo. Next.

 

“Cara, quero questionar uma coisa. Porque um Estado laico seria o melhor? Conheco inumeras pessoas que nao roubam, nem matam, ou, deixaram de matar, deixaram de roubar, porque acreditam em um Deus. Nao importa a religiao, mas afastar Deus da vida das pessoas so vai piorar – e muito – as coisas.
Acho que, por ora, este argumento ja e valido.
Grande Abraco.”

-Alan

As pessoas confundem um Estado Laico com um Estado Ateu. A laicidade não proibe ninguém de ter sua religião. Preciso lembrar quanta intolerância a religião gera? Quantos conflitos são fruto de mentes, que não pensam por si só, mas que refletem a total falta de amor ao próximo, trazida por religiões totalmente controversas, onde o próximo significa o ‘irmão que tem a mesma opinião que você’? Não estou dizendo de coisas antigas como Inquisição e o Holocausto, atual não precisa procurar muito para encontrar conflitos religiosos, há vários acontecendo neste exato momento.

E por último:

“Uma delas (leis) que eu gostaria de citar é a punição de pais que batem em filhos para educar. É uma liberdade total, a criança pode fazer o que quiser. Por isso surge cada PESTE neste país. A bandidagem só aumenta.
Isso tudo também me faz lembrar de algo que aconteceu não muito tempo atrás. A Segunda Guerra Mundial. Países nazistas e fascistas com suas leis insanas. Deus estava bem longe dessas leis. Homens egoístas que só pensavam neles mesmos eram os que controlavam esses países. Eles se faziam deuses.”

-lukinhasluca

Eu havia me esquecido sobre essa lei, e provavelmente farei um post sobre ela. Eu nunca precisei apanhar do meu pai, ou de quem fosse, para não virar um bandido ou um agressor de gente idosa. Quem diz “se meu pai não tivesse me corrigido dessa maneira, provavelmente eu seria um(a) marginal hoje” está claramente criando desculpas parar minimizar o sofrimento que isto causou/causa a ele(a).

Matheus Carvalho

Anúncios

, , , ,

  1. #1 por larissa em 15/09/2010 - 00:42

    ótimo,mas eu axo q deveria legalizar o aborto tbm,assim teriam menos ladrões nas ruas.

    • #2 por matheusco em 15/09/2010 - 01:00

      Leia a postagem sobre aborto, creio que vá gostar 😉

  2. #3 por ivo em 15/09/2010 - 19:52

    Nao li e nao sei ao certo o que esta sendo conciderado neste plana nacional de direitos humanos.
    Apesar disto,tenho a mais absoluta certeza de que ele defende todo tipo de marginal em detrimento das pessoas que trabalham e lutam para educar seus filhos.
    Um marginal invade minha casa,seguestra,estupra ,toma minha propriedade e o estado nao faz nada por mim,mas defende o delinguente.
    Espero que os filhos de todos os que defendem estes direitos humanos sofram na pele a este tratamento diferenciado e privilegiado dado aos marginais.
    Sou a favor da pena de morte automatica e imediata de todos os condenados a mais de cinco de prisao ,chega de sustentar vagabundo.

    • #4 por matheusco em 15/09/2010 - 21:59

      Este é exatamente meu pensamento 😉 , com a diferença que só acho que deveria haver punição com pena de morte aos criminosos que atentaram contra a vida, ou traumatizaram, irreversivelmente, alguém. Roubo deveria ser punido com a devolução do que foi roubado, ou uma quantia representativa (fazer o marginal trabalhar dentro da própria cadeia, e o dinheiro ir para a vitima).

  3. #5 por thiago em 15/09/2010 - 22:18

    Direitos humanos são para humanos direitos…

    Ja viu fala sobre a “assepsia” em cingapura ?

    daria um belo post!

    • #6 por matheusco em 16/09/2010 - 00:31

      Nunca ouvi falar, mas vou pesquisar sobre o assunto. Valeu ^^
      Edit.:
      Dei uma olhada, e realmente, meus parabéns à pessoa que tomou a iniciativa. O “Direito dos manos” impediria que algo assim ocoresse no Brasil, infelizmente.

  4. #7 por silvano machado em 22/09/2010 - 20:27

    pra mim esses que se diz fazedor de lei pra me não tem o que fazer
    tão pouco sabedoria
    ira colher seus fruto e só aguarda

  5. #8 por silvano machado em 22/09/2010 - 20:44

    eu tenho 26 anos de idade tambem tenho pais divociados isto aconteceu ha
    separação de meus pais em 1997 mes de agosto eu minhas irmãs sofremos muito
    com a separação pisicologicamente ficamos doentes pesativo como minha mãe
    ira nos cria com outro pai? i agora e só minha mãe. ainda bem que era só minha
    mãe. emagina o estrago para o pisicologico de uma criança sendo criada por
    pessoas do mesmo sexo.

  6. #9 por andre em 30/09/2010 - 18:11

    criticam o apedrejamento mas apoiam o aborto hipocritas nos dois casos há assassinato sou contra o homossexualismo mas nao saio apedrejando homossexuais e nem arrancando suas cabecas de seus corpos como é feito com os fetos no ato do aborto quem quer ser homossexual que seja mas transformar essa pratica como natural em forma de lei é absurdo temos que proteger quem nao tem voz e é inocente e nao patrocionar e proteger os perversos

  7. #10 por sandra em 02/10/2010 - 19:25

    Não entendi quando disse:-Porém, infelizmente, o governo vai rever 3 pontos e provavelmente retirá-los do decreto. A legalização do aborto, a proibição de símbolos religiosos em lugares públicos, e a a parte que toca a reforma agrária.

    A única infelicidade pra mim, é que esta lei não tenha existido na época que vc estava para nascer, assim você teria sido abortado. E pessoas como você e outros com seus pensamentos, não seriam a vergonha da nossa nação. Espero também que se vigorar a tal PNDH, TOMEM TODAS AS SUAS TERRAS, SE É QUE TENS,VIVA AINDA MAIS NA MISÉRIA, PARA COMPLETAR OS SEUS IDEAIAS E AINDA QUE SEUS FILHOS NÃO SEJAM HOMOSSEXUAIS, E QUE CONSIGA ACEITAR A PRÁTICA DELES, NÃO NÃO OS DISCRIMINE.

    Sou contra a prática do aborto, a invasão da propriedade alheia e o homossexualismo, mas não os descrimino, mas também não sou obrigada a aceitar tais praticas, pois me é garantido, a manifestação do pensamento na CF/88.

    • #11 por matheusco em 05/10/2010 - 08:28

      Quanta agressividade. Creio que não teria sido abortado pois digamos que eu tenha sido “planejado”, já não sei se é o seu caso. Se você não discriminasse mesmo, passaria aceitar algo que é um fato em nosso país, porém não praticaria.

  8. #12 por micael em 14/10/2010 - 12:00

    é um absurdo isso…. se uma criança for adotada por um casal gay!!!
    quem ela ou ele chamaria de mãe?
    u q seus colegas iriam lhe dizer? cm creceria uma criança dessa
    e me diga vc q disse isso acima se vc soubesse q sua mãe tentou lhe abortar
    vc até poderia dizer de boca p fora
    ah isso ñ tem nada eu naum ia ligar
    mais no fundo caro amigoh vc ia se sentir um lixo
    pelo amor de deus
    hjem dia u é certo ta errado e u q ta erradop ta certo
    sou contra o homossexualismo mais ñ contra o homossexual em sí(pessoa)

    tive uma melhor amiga i ela era lesbica

    mais nem por isso concordava c tais praticas

    realmente td q era de valor ñ existe mais
    deus perdoe tds vcs e verás um dia deus julgar tds esas coisas q hj na terra existe

    obs:(deus ama o pecador–homossexuais, prostitutas, os q abortam, os q roubam, os q adulteram, mais aborrece o pecado)

    • #13 por matheusco em 20/10/2010 - 00:19

      Bom… minha mãe faleceu quando eu tinha 7 anos. Não precisei chamar ninguém de mãe, tendo apenas meu pai. Pergunte a uma criança do orfanato se ela prefere ser adotada por um casal gay, ou continuar no orfanato. O preconceito alheio não deve servir como desculpa para proibir algo.

  9. #14 por Vidal em 15/10/2010 - 00:29

    aborto não faz sentido, não diminui a miséria de ninguém, uma vida inocente paga pelos erros de outra pessoa…

    matar o filho não deixa ninguém menos pobre, quem enfia uma agulha de crochê no útero e quem enfia uma faca no coração sabe o risco que corre…

    não tem esse papo de saúde pública, é algo tão doentio que a pessoa prefere arriscar a própria vida do que arcar com as consequências de seus atos.

    maneira de prevenir é o que não falta, não justifica tirar uma vida humana!

    • #15 por matheusco em 20/10/2010 - 00:20

      Aborto existe, sempre existiu e vai sempre existir. Legalizar não impede que se faça uma conscientização na população para não abortar, mas diminui os riscos de quem faz aborto clandestino.

  10. #16 por Douglas em 18/10/2010 - 09:41

    Você poderia fazer um post sobre a brilhante discussão do Ismail Melo com o mateusco: https://eutedigo.wordpress.com/2010/03/27/pndh3-programa-nacional-dos-direitos-humanos/#comment-891

  11. #17 por Rafael em 25/10/2010 - 13:32

    As pessoas continuam a confundir:

    Ser a favor do aborto X Ser a favor a descriminalização do aborto.

    São coisas completamente diferentes, tentem entender.

    • #18 por matheusco em 27/10/2010 - 08:08

      É isso mesmo. Se não quiser ser a favor do aborto, tudo bem. Mas acho um absurdo opinião pessoal influenciar na vida de um todo. Mesmo sendo coisas diferentes, não ser a favor do aborto leva a ser contra a descriminalização deste.

  12. #19 por Fernanda em 26/10/2010 - 17:59

    Breve observação, mas antecipo não concordar com todos os termos do programa – sim eu li as longas pragmáticas 228 páginas!) Quando o texto traz o termo normatividade em relação aos heterossexuais, não quer dizer critério de normalidade e sim de parâmetro normativo. Ecplico, nossas leis partem do pressuposto da relação heterossexual como aquela passível de produzir efeitos jurídicos, sendo omissa no que tange à relação homossexual. Em dispositivo legal algum a relação heterossexual é taxada de “normal” colocando a relação homoafetiva no patamar da “anormalidade”. Pela leitura percebi o objetivo do programa em fazer com que as relações homossexuais também produzam efeitos jurídicos e tais efeitos estejam expressamente legalizados. A abordagem não tem nada a ver com religião muito menos com a destruição do núcleo familiar. Cabe aqui salientar que nossa constituição reconhece a família monoparental além de que, um casal é uma família e não necessariamente precisam ter filhos para ganhar tal nomenclatura. Sobre este tema percebo que a busca pelo reconhecimento dos efeitos jurídicos da relação homoafetiva é feita através da justiça o que me leva a crer que a legalização da relação – e consequentemente de seus efeitos jurídicos – “desafogará” nosso judiciário. Por ora falo deste tema, posteriormente apontarei novas considerações.

    • #20 por matheusco em 27/10/2010 - 08:05

      Corrigi pra vc 😉 // E obrigado pela observação.

  13. #21 por Rosalin em 09/12/2010 - 16:52

    Agora acreditar em DEUS , é motivo de piada? da boca do ímpio só sai lama e podridão.

  14. #22 por Ser Pensador em 27/06/2011 - 22:39

    Que isso, não acredito no que li, é muito marxismo, é como se voltassemos aos anos 60, é totalmente contra a moral judaico-cristã, a filosofia grega e o direito comum.
    É comunismo mesmo!
    Uma pena nossos contemporâneos não pensarem….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: