Criminalidade, será que há uma solução?

Dando continuidade à abordagem sobre a criminalidade, após analisar suas Causas e Consequências, estarei analisando sua Solução, ou se há mesmo alguma.

O homem é o animal mais complexo que existe, não pela sua formação biológica, ou pela sua capacidade de falar e pensar, mas sim pela sua capacidade de fingir. O homem, na maior parte do tempo, vive atuando, usando uma máscara por cima do seu ‘verdadeiro eu‘. Não existe alguém que seja completamente verdadeiro, caso contrário haveriam pessoas completamente selvagens entre nós.

A Psicologia, é um dos ramos mais dificéis de ser estudado, analisar a mente humana pode ser algo bem complicado e impreciso. Então levando para o lado da recuperação de um criminoso, como saber se ele apenas finge estar recuperado, ou quando realmente é uma nova pessoa? Um criminoso que cumpriu sua pena, mas parece querer se vingar e não estar ‘curado’, deveria mesmo ser libertado da prisão?

Prisão

Prisão

Poderia ser algo muito eficiente, se fosse usada da maneira correta. No Brasil, a maioria das prisões servem apenas para animalizar o homem, ao invés de promover a sua recuperação. Com certeza a privação da liberdade seria uma ótima punição àqueles que cometem crimes mais leves, como os que não colocam a vitima em risco de morte.

Mas no Brasil, o que vemos é uma total impunidade. Desde quando ladrão tem que ter pena reduzida por bom comportamento? Isso é a maior palhaçada que já vi.

Pena de Morte

Corredor da Morte

Com certeza é algo que está faltando. Não acho que seja justo uma pessoa ficar presa 20 anos por ter matado alguém, depois de 20 anos essa pessoa estará livre novamente. E a pessoa que foi morta, não vai voltar depois de 20 anos, não é mesmo?

Pode parecer até algo cruel e desumano, mas não acho que alguém que tire a vida de outra pessoa possa ser considerado um “ser humano”. O mesmo vale para estupradores, pedófilios, etc.

Reabilitação Social

Escolhas

Provavelmente o método mais ‘humano’, mas também o mais complicado. Para ocorrer a  reabilitação de um presidiário, seja qual tenha sido o crime cometido, deveria haver muita análise do caso. Definitivamente, qualquer sinal de que a pessoa poderia causar risco à sociedade, esta pessoa não deveria ter o direito de retornar à uma vida “normal”.

Mesmo que alguns acreditem que as pessoas podem mudar, não acho que isso aconteça em todos os caso, na verdade, isso raramente acontece. Porém, talvez eu esteja sendo muito preconceituoso em relação a isso, algumas pessoas que já foram criminosas, hoje podem estar fazendo por onde para se redimirem.

Você acha que até os criminosos que cometeram crimes mais pesados como assassinatos, estupros, etc. merecem uma segunda chance? Ou definitivamente a lei deveria ser mais severa nesses casos?

Por: Matheus Carvalho.

Veja também:

Eu te digo sobre Criminalidade – Causas

A Criminalidade e suas consequências.

Anúncios

, , , ,

  1. #1 por Brendow Guimarães em 04/02/2010 - 15:29

    É uma coisa mto relativa, na minha opinião, uma pessoa que tira a vida da outra, ou seja, um crime considerado “pesado”, deveria ser julgado para pegar no MINIMO uns 20 anos de prisão, sujeito à prisão perpétua e ou até pena de morte. E outra coisa, menor de idade o caralho, a maioria dos crimes rotineiros que vem acontecendo é culpa desses trombadinha do caralho, que mata e rouba como se fosse qualquer um. Que pague pelas consequências dos seus atos, sendo menor ou não. Mas de uma coisa eu tenho certeza absoluta, eu odeio Hitler, mas eu duvido que alguém cometia um crime quando ele dominava a Alemanha, o unico que jeito que me vem como solução é tirania, o que não é nada legal.

    • #2 por matheusco em 04/02/2010 - 15:33

      Esqueci de mencionar essa coisa de idade, nosso país é muito tosco em certas coisas mesmo. Tem “criança” ai com cabeça mais bem formada do que de muitos adultos.

      A Desculpa? Ele é novo, não sabia o que estava fazendo.

      Fala sério né…

      • #3 por Brendow Guimarães em 04/02/2010 - 15:38

        o sistema judiciário do nosso país é a coisa mais tosca e confusa que existe –‘

  2. #4 por Nériton em 04/02/2010 - 23:36

    Sou a favor da pena de morte, apesar de eu sofrer Transtorno de Personalidade Dissocial e Psicopatia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: