Eu te digo sobre células tronco.

Células-tronco, você já deve ter ouvido falar, não é mesmo? Essas células são a origem de todos nossos tecidos e orgãos, a célula-tronco embrionária é a célula mais eficaz se tratando de transformar-se em outras células que darão origem à diferentes tecidos e orgãos através da diferenciação celular. Sendo assim, essas células podem ser a solução para a regeneração de orgãos, ossos, músculos e quem sabe um dia, após avanços significativos na área, os cientistas possam também reconstruir membros amputados. O problema é que para a utilização das células-tronco de um embrião, este acaba morrendo no processo. Mas, o embrião já pode ser considerado um ser vivo? A pergunta feita por muitos, e que até hoje continua em aberta é, quando começa a vida?

Embrião

Entre os Cientistas, não há uma resposta unânime, alguns acreditam que a vida começa quando o coração inicia seus batimentos, outros acham que começa quando há a formação do sistema nervoso. Já para a Religião Católica, a vida se inicia quando há união entre espermatozóide e óvulo, quando ocorre a fecundação. Mas, qual seria a resposta mais… correta? Se é que podemos usar este termo. Creio eu que não há, e nunca haverá uma resposta para tal questão, pois uma vida não é algo que possa ser definido em palavras. A Vida vai muito mais além do ato de estar respirando. Na minha opinião, um embrião que está no útero de uma mulher que vem planejando a muito tempo sua gravidez, que possui um marido amoroso e uma família exemplar que apoia o nascimento do bebê, está muito mais vivo que alguém que abriu mão de sua liberdade para se entregar às drogas, ao vicio, e que por isso abandonou amigos e familiares. Convenhamos que o uso de células-tronco é algo que pode abrir caminho para a cura de doenças atualmente incuráveis, e regenereção de mebros amputados, logo o avanço nessa área seria muito bem vindo. Então, qual sua opinião sobre o assunto? O que pensa sobre a “produção” de embriões para a retirada das células? É preferível preservar a vida a todo custo, mesmo que essa não tenha ainda “começado” pelo ponto de vista da Ciência, ou devemos visar as pessoas que atualmente esperam por um milagre para que sejam curadas e também àquelas que têm fé que um dia poderão voltar a viver exatamente como antes de ter sofrido algum acidente e acabado por perder um membro?

Matheus Carvalho

Anúncios

, , , ,

  1. #1 por Renata em 04/12/2009 - 16:38

    Eis a questão, por exemplo, se sua mulher fosse ter um bb e te pedissem para utilizar as células tronco dele. O faria deixaria?
    Muitas pessoas dependem disso, mas até que ponto te perguntariam se você aceita ou não. Vivemos em um mundo corrupto onde as pessoas fazem muitas coisas por dinheiro, sendo certa ou não. Se uma pessoa precisasse muito de células tronco você acha que não faria por outros meios? Até que ponto estamos preparados para lidar com isso? Você trocaria a vida de seu filho por o de outra pessoa que você não conhece?

    não sei acho que deve ser muito bem pensado e ver os dois lados e se estamos preparados para isso.

  2. #2 por Mateus Bernstein em 05/12/2009 - 00:08

    alguns sinônimos pra nascer são: vir ao mundo, começar a ter vida exterior. brotar. surgir.

    o feto, na minha concepção, é um ser inanimado e, portanto sem vida.
    é preferível “matar” algo que ainda não existe e salvar milhões de vidas já existentes do que continuar com essas discussões bobas.

    sou a favor, tanto do aborto quanto do estudo/pesquisa com células-tronco 🙂

    abraço.

    • #3 por matheusco em 05/12/2009 - 00:39

      Concordo com seu pensamento e também sou favorável ao aborto, futuramente postarei explicando o assunto ;D

  3. #4 por amanda em 05/12/2009 - 00:52

    é um assunto muito polemico , quer dizer, é uma vida… E nem tudo deve ser feito em nome da ciencia… Não sou a favor do aborto e também não sou a favor do uso de células tronco para pesquisa… MAS, nao condeno quem faça abortos ou quem é a favor de pesquisas com células tronco… Cada um com sua opinião….
    =]

    • #5 por matheusco em 05/12/2009 - 01:00

      Mas não é algo simplesmente porque a ciência “gosta” de fazer, é algo que pode tirar muitas pessoas da cadeira de rodas e talvez possa ser algo que mude definitivamente o status de “doença incuravel’ que o câncer tem hoje. Alguns quando descobertos cedo ainda tem a chance de serem “curados”, mas muitas vezes acabam voltando mais tarde, e não são todos que conseguem descobrir que têm um câncer ainda no estado inicial.

  4. #6 por Fred em 05/12/2009 - 01:54

    Caraca que alienigina mais pequeno ! hauhaeuhauehuahe piada ordinaria

  5. #7 por Caroline Fragoso em 05/12/2009 - 01:57

    É um assunto super polêmico, mas é como você disse: SE o embrião for considerado uma vida, realmente tem uma espécie de assassinato no processo, né.
    Eu acredito que tudo tem um “preço”.
    Um avanço científico tão grande quanto esse deve ter um preço muito alto, no caso, a vida de um ser humano. Mas será que ele vale tanto assim?

    • #8 por matheusco em 05/12/2009 - 02:03

      Mas veja bem, para mim pelo menos, uma vida tem todo um processo para “acontecer”, se um embrião é feito com a intenção de se usar as células, não há a intenção de gerar uma vida, mas sim de usa-lo como fonte de tais células, e o “preço” pode até ser alto *para alguns*, mas imagine o que seria para um amputado das pernas ter a chance de voltar a andar…

      • #9 por Caroline Fragoso em 05/12/2009 - 02:20

        pois é: preços.
        se pensar que esse embrião poderia ter uma vida pela frente, é tristíssimo mesmo.
        mass, se pensar que ele foi feito com a finalidade de “doar” suas celulaszinhas para uma pessoa que precisa, é até poético.
        não sou contra, mas também acho cedo demais pra dizer que sou a favor.

  6. #10 por Caroline Fragoso em 05/12/2009 - 02:33

    ah, e sobre o aborto, que tavam comentando aí em cima..
    Em certos casos sou a favor.
    Mas na maioria dos casos sou totalmente contra. Levando em conta uma série de fatores que se relacionam com a questão da religião (novidaaaade :~ ). Mas não sou contra da mesma forma que as pessoas são contra. Se fosse levando em consideração o que a maioria das pessoas que é contra afirma, seria a favor.

  7. #11 por Adriana Resende em 05/12/2009 - 08:22

    Quanto ao início da vida, penso conforme prega a igreja católica, no entanto, sou totalmente a favor do uso de células tronco, acho que os avanços poderiam estar bem à frente se nossa sociedade não fosse tão hipócrita, acho que tem que haver sim, várias discussões sobre a questão ética, afinal o ser humano parece programado para se auto-destruir !!!
    O aborto por exemplo é proibido no Brasil, e no entanto cresce o número de mulheres que o pratica, dia após dia… (Sou também a favor do aborto, acho que teria que haver um amparo social e clínico, para que a mulher pudesse de fato fazer esta escolha de maneira segura, se fosse feito desta forma, acredito que muitas desistiriam do aborto nem que fosse para entregar a criança para a adoção assim que esta nascesse…)

    EU DIGO SIM PARA AS PESQUISAS E TRATAMENTOS COM CÉLULAS TRONCO !!!!!

    Abraços.

  8. #12 por Ludimila em 05/12/2009 - 09:19

    As pesquisas com céluas totipotentes devem ser regulamentadas, no entanto, quando utilizadas para o bem comum podem ser uma descoberta brilhante. O Homem precisa saber os limites do saber, brincar de Deus pode ser perigoso.

  9. #13 por Rafa em 05/12/2009 - 10:00

    Aposta-se muito nas celulas tronco para que os plegicos voltem a andam….

    Quem sabe um dia né?

  10. #14 por Locos de Bueno em 05/12/2009 - 16:47

    é um assunto que todos nós temos muitas duvidas ainda e pode ser uma grande evolução para a ciencia mundail, veremos no que isso pode dar 😀

  11. #15 por Mateus Bernstein em 05/12/2009 - 17:29

    o aborto, no meu ponto de vista, é a solução de muitos dos problemas do Brasil. uma pessoa só aborta um feto quando não tem vontade de que a criança nasça. essa vontage surge quando se engravida sem planejamento, o que implica que os custos com alimentação, saúde e bem-estar da criança não foram sequer calculados. é bem provável que essa criança não tenha uma boa qualidade de vida e é provável que ão receba uma boa educação e, portanto, entre para o mundo das drogas/tráfico/crime.

    a vinda dos filhos “indesejados” simplesmente põe um ponto final em muitos desses casos.

    • #16 por matheusco em 05/12/2009 - 17:32

      Concordo com o que tu disse, é exatament eo meu ponto de vista *pelo menos quase idêntico*, mas com pouca diferença, minima basicamente.

  12. #17 por capivara em 05/12/2009 - 17:30

    sempre deve ser pensado, eu acho justo pq mtas vezes o embriao qdo cresce eh abandonado ou espancado ou a mae o mata

  13. #18 por Kassia Mayara em 05/12/2009 - 21:11

    hahahahahhahahah…
    Justo a que eu não sei…
    kkkkkkkkkkkk…

  14. #19 por Lucas araújo em 05/12/2009 - 21:33

    BLog Maneiro

  15. #20 por Keizy em 05/12/2009 - 21:54

    Acho super importante isso
    Mas não entendo nadaaa..=)/Bj
    E é um assunto super importante q é debatido até hj
    e até sempre!

    Ah vou com vc então no show da pitty
    Ebaaa..rsrs

    Comentando por q eu quero!..rs
    Bjoos

  16. #21 por Gabriel Miura em 05/12/2009 - 23:21

    É realmente um tema bem dificil de se responder, não se trata apenas de uma vida (mãe) e sim de duas. Eu sigo um pouco pelo católico e pela ciencia, sim caio em contradição. Sobre esse assunto, eu realmente não tenho resposta.

    =/

  17. #22 por zero em 06/12/2009 - 00:30

    imparcialidade! não consigo ter opinião formada quando a isso, é simplesmente decidir quem merece mais a vida! […]

    to be continued…

  18. #23 por lion em 22/12/2009 - 03:00

    A partir do momento em que a existência da religião é o único argumento para não utilização dessas células, não há mais por que não o fazer.

  19. #24 por Roberta Ribero em 22/12/2009 - 23:08

    Olha, eu sei que há um curto espaço de tempo em que essas celulas são retiradas em que não há a morte do futuro indivíduo…. não sei bem falar muito sobre isso por que assisti apenas uma aula sobre esse assunto mas para os mais interessados é bom procurar informaçoes sobre esse novo método que permite a retirada de uma célula mas sem destuir o embriao

  20. #26 por Bruna Saldanha em 20/01/2010 - 14:31

    A partir do momento que o óvulo se une com o espermatozóide o feto se torna uma vida, e seria injustiça ter que matar essa vida pra “salvar” outra.. A criança fecundada não tem culpa de nada, portanto não seria justo lhe tirar a vida.

    • #27 por matheusco em 20/01/2010 - 16:13

      Também não acho justo que ela cresça abandonada e sem afeto… e acabe sendo considerada um ‘fardo’ na familia.

    • #28 por gediane em 30/03/2010 - 20:02

      é, mais pensa, se sua mãe tivese com algum problema e precisar , usar as celulas tronco, oque vc faria, seria ou não afavor desse uso ?
      seria a vida de sua mãe? eu sei oque é passar por isso , pensei tambem que taria matando uma vida ,mais tambem salvaria muitas e muitas outras vidas, pense vc vera que tem outro ponto de vista

      • #29 por matheusco em 31/03/2010 - 09:29

        Esse é o ponto, mas não precisa nem ser a mãe. Pra mim pode ser para salvar qualquer um CIDADÃO que esteja precisando. Isso exclui a raça dos criminosos.

  21. #30 por Bruna Saldanha em 21/01/2010 - 14:25

    Os maiores argumentos usados para a legalização do aborto é a fome/pobreza/abandono e afins.. Levando isso em consideração o melhor a fazer seria proibir que todos os pobres tenham filhos, ou até mesmo acabar com a África, que tal? Afinal, quer melhor exemplo de pobreza no mundo? Nenhuma criança deve ser “assassinada” por irresponsabilidade dos pais, nem mesmo que seja pra ascenção da ciência. Pra mim, vida não se paga com vida. Nao acho que matar um inoscente seria a melhor alternativa.

    abraço 😉

    • #31 por matheusco em 21/01/2010 - 16:04

      Eu acho que um planejamento familiar é bem melhor que o aborto, com certeza, mas… não considero que abortar seja um assassinato.

      Depende de quando é feito o aborto, e do que chamamos de ‘vida’.

      Sobre proibir os pobres de terem filhos… não acho que devesse proibir, mas haver um limite de acordo com a renda da familia sim, não adianta colocar filho no mundo e não ter dinheiro pra sustentar.

  22. #32 por Bruna Saldanha em 21/01/2010 - 16:39

    Não sei se vc percebeu, mas quando eu falei em proibir os pobres de terem filhos eu fui um tanto irônica, acho que pelo menos o direito de nacer o pobre deve ter, caso contrário a África seria extinta rs, mas enfim.. acho que seu conceito de ‘vida’ não é o mesmo que o meu.. Alguns dizem que só é considerado uma vida a partir do 3° mês de gestação, ou quando o coração começa a bater. eu não penso assim, afinal eu fui um feto e tive que passar por todos os estágios pra nascer, portanto eu já tinha vida antes do 3° mês.
    Eu prezo pelo vida independente da situação financeira. Acho que ninguém pode decidir pela vida do outro.
    E na minha concepção o aborto é um assassinato por que a partir do momento que eu interrompi alguém de vir ao mundo, eu matei.

    • #33 por matheusco em 21/01/2010 - 16:46

      Eu sei que você foi irônica ^^
      Eu também não considero vida só quando o coração começa a bater.

      Como sempre digo, eu acho que uma criança que ainda esteja sendo planejada numa familia bem ESTRUTURADA (não estou dizendo Rica!), tem muito mais vida do que alguém que perdeu tudo devido às drogas (ou outro vicio) e hoje tem que roubar para manter o vicio.

  23. #34 por Bruna Saldanha em 21/01/2010 - 16:59

    E quem vai saber se a criança quando crescer vai ser viciada, ou vai ter algum vício?
    Eu engravido do meu namorado, simplesmente não tô afim de ter esse filho porque ainda tô muito nova, e quem paga por isso é uma pessoa inoscente, é realmente justo isso?
    Se eu acredito que um feto é vida, quando eu aborto consequentemente estou matando. Sinto muito, mas não concordo com assassinatos.

    • #35 por matheusco em 21/01/2010 - 17:08

      Mas se você não concorda com isso, isso é ótimo! (sem irônia), é sinal que você vai de todo jeito amar seu filho. Mas não é justo alguém ser obrigado a pôr uma criança no mundo, e acabar tratando ela como um fardo, uma coisa que não devia estar ali. Como que fica o psicológico dessa criança quando perceber que os pais não tão nem ai pra ela?

      Uma criança que não recebe amor da familia tem grandes chances de se tornar um marginal no futuro (não todos), apesar de que uma criança que receba amor pode acabar virando também.

  24. #36 por Bruna Saldanha em 21/01/2010 - 17:21

    Você pode não acreditar em mim, mas eu fui um fruto indesejado. Mesmo que eu não tivesse recebido amor dos meus pais, eles não teriam o direito de tirar minha vida.
    Virou clichê, mas a melhor frase que explia essas divergências é aquela que ”quem é a favor do aborto já nasceu”.
    Você teve o dirteito de nascer, eu tive o direito, e eu vou lutar pra que outras pessoas também tenham esse direito. Não sei em que situação a criança pode nascer, mas VIDA É VIDA, e NINGUÉM pode tirar esse direito de viver.
    Em qualquer circunstância, se eu tirar uma vida de dentro de mim, eu seria uma eterna assassina, e isso me dói.
    mas enfim, eu sei que não vou mudar tua opinião, nem você a minha, rs.
    mas gostei do blog, parabéns!
    vou está sempre aqui lendo seus artigos 😉

    • #37 por matheusco em 21/01/2010 - 17:46

      Obrigado pelo elogio ^^
      e provavelmente você será uma excelente mãe ;D *ou é, não sei*
      se todas pessoas pensassem como você, e amassem a vida, provavelmente não existiram abortos feitos por causas banais.

      O que eu defendo não é que se o filh veio em má hora, deve-se abortar, mas sim que uma criança não merece nascer de pais que não vão estar nem ai pra ela, e também o direito de escolha da mãe.

      Acredite, se passa pela cabeça da mãe o aborto, é porque provavelmente ela não será/seria uma boa mãe.

      Volte sempre ^^

  1. Eu te digo sobre o aborto. « ' Eu te digo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: